fbpx

BLOGMOVIX

As últimas notícias para você

Mais eficiência na sua madeireira Movix

Movimentação de materiais. Mais eficiência na sua madeireira

Entre todos os processos fundamentais para as atividades de uma madeireira, a movimentação de materiais ocupa uma das posições mais importantes atualmente.

No cenário econômico contemporâneo, que é cada vez mais complexo e competitivo, problemas com logística podem comprometer significativamente a relação com distribuidores ou a experiência de compra dos clientes, por isso, os gestores devem ter foco para que não existam erros em relação a essa questão.

A seguir, entenda a relevância da movimentação de materiais e saiba como acertar na hora de adotar esse tipo de cuidado na sua madeireira.

Qual a importância do processo de movimentação de materiais em uma madeireira?

Abrangendo todas as ações capazes de tornar o fluxo das madeiras (ou de outros produtos, de acordo com cada segmento) mais eficiente, o conceito de movimentação de materiais tem como principal objetivo evitar retrabalhos, movimentações desnecessárias ou desperdícios com transportes.

O principal erro de uma madeireira nessa questão é considerar que as movimentações devem ser geridas apenas em relação aos itens deslocados no pátio, bem como os maquinários necessários para tais ações, quando, na verdade, o processo precisa abranger desde o monitoramento, até a proteção, armazenamento e distribuição de cada item. 

Ao dar a devida relevância aos processos de movimentação, por meio de uma gestão que evite gargalos que possam atrasar a distribuição, causar problemas no maquinário, desperdiçar o potencial produtivo da empresa e eventualmente atrasar as entregas, é possível manter o foco em questões fundamentais para a competitividade do negócio, sem se preocupar com perdas desnecessárias.

De acordo com a complexidade da sua empresa, do comprometimento e qualificação da sua equipe em relação ao seu processo de movimentação de materiais e dos recursos tecnológicos disponíveis, é possível reduzir grande parte dos custos e aumentar a produtividade da madeireira.

O melhor, porém, está na sensação de segurança que esse tipo de cuidado garante, em que rotinas de manutenção são previstas, cada item é detalhadamente descrito nos registros e eventuais problemas podem ser resolvidos sem grandes preocupações ou perdas nas operações.

Como em qualquer outro processo inteligente de gestão, a movimentação de materiais é indispensável para a eficiência de um negócio, mas nem toda madeireira sabe por onde começar. No próximo item, conheça três dicas básicas para evitar erros na hora de implantar esse tipo de ação.

Como evitar erros na movimentação de materiais da minha empresa?

Toda a cadeia de suprimentos que envolve as atividades de um madeireira conta com itens indispensáveis para os processos com um todo, em que um pequeno erro pode significar perdas significativas de produtividade.

Sabendo disso, a atitude mais responsável de um gestor em relação à movimentação de materiais de sua empresa é a elaboração de um plano detalhado, capaz de guiar toda a equipe em prol de um movimento contínuo de correções e melhorias.

Isso pode ser feito de diversas maneiras, seja por meio de consultores especializados, na contratação de profissionais da área para compor a equipe ou ainda somente por meio de softwares de gestão. Seja qual for a sua escolha, tenha em mente que alguns cuidados básicos devem ser tomados, conforme abordaremos nos tópicos seguintes:

1. Defina um fluxo eficiente para as movimentações

Os erros na movimentação de materiais podem ocorrer já na entrada dos itens, com a ausência do registro em sistema ou falhas na contagem dos lotes. Esse tipo de situação, quando não se trata de uma rara exceção, pode se tornar um verdadeiro problema para a madeireira.

Com isso em mente, antes de mais nada, defina um planejamento bem definido para os seus fluxos de transporte, considerando a localização dos produtos, o local em que as máquinas se movimentam e sua capacidade de raio de deslocamento, os pontos de armazenamento, entre outros fatores que possam influenciar as movimentações.

2. Crie rotinas de trabalho e de manutenção para os equipamentos

Após observar a sua madeireira de forma global e procurar compreender os processos-chave para a eficiência dos seus transportes, defina as ações diárias que precisam ser realizadas por sua equipe para garantir que cada processo tenha o máximo de eficiência.

Esse cuidado deve considerar não apenas a rotina de trabalho de quem atua em sua movimentação de materiais, mas também questões de maquinário, rotinas de manutenção, custo-benefício de equipamentos, prazos de fornecedores, consumo de combustível, mobilidade no pátio, entre outros fatores.

3. Treine os colaboradores e invista em mão de obra capacitada para a sua madeireira

Não adianta investir em um processo de gestão completo para a movimentação de materiais e adquirir um maquinário de última geração se os indivíduos envolvidos nos processos não estiverem engajados com os seus resultados.

Mais que treinar os seus colaboradores, investir em mão de obra capacitada e preservar um bom ambiente de trabalho, é necessário também engajar cada funcionário em uma cultura organizacional focada na melhoria contínua, em que cada pessoa entenda o seu papel e importância para que os negócios sejam bem sucedidos e evoluam constantemente!

Quer saber ainda mais sobre esse e outros assuntos?

E você, como lida com os processos de deslocamento dos materiais da sua empresa? Já conhecia ou praticava alguma dessas dicas? Tem alguma sugestão para complementar o conteúdo?

Então deixe o seu comentário agora mesmo para contribuir com a nossa discussão sobre o tema e não perca os próximos posts do blog Movix para saber tudo sobre movimentação de materiais e outros assuntos indispensáveis para a competitividade da sua madeireira.

COMPARTILHE