fbpx

Máquinas agrícolas e outras tecnologias para otimizar a produção no campo

As inovações tecnológicas, que incluem o desenvolvimento e uso de máquinas agrícolas como empilhadeiras, semeadoras e tratores, são essenciais para garantir agilidade, produtividade, segurança e, além disso, reduzir o esforço de mão de obra humana no campo.

No sentido de projeções para o futuro, o relatório Smart Agriculture – Global Market Trajectory & Analytics, divulgado pela Research and Markets em 2020, afirma que o mercado de agricultura inteligente tem projeção de 18 bilhões de dólares em 2027. 

Assim, todas essas transformações impactam diretamente no bem-estar das pessoas envolvidas no trabalho e na rentabilidade da sua empresa, desde que você saiba escolher as tecnologias mais adequadas para cada tipo de trabalho. 

Leia também: Qual a máquina agrícola mais indicada para a produtividade no campo? 

Além disso, é possível adotar outras práticas de agricultura inteligente para aperfeiçoar a sua produção, vamos apresentá-las neste artigo. Então, aproveite para conhecer as vantagens das empilhadeiras Off Road da Movix na rotina de trabalho na agricultura. 

3 dicas para melhorar a produtividade das operações no campo

1. Internet das Coisas (IoT) aplicada na lógica do campo

A Internet das Coisas é uma das maiores apostas para otimizar a produção no campo. Com ela, é possível integrar e automatizar o funcionamento das máquinas agrícolas e outros equipamentos utilizados no setor. 

Além disso, permite a transmissão e coleta de dados, o que facilita o gerenciamento remoto e em tempo real. 

Esse controle e exatidão das informações auxilia na identificação de falhas no processo e, consequentemente, no aumento da produtividade e eficiência dos equipamentos, redução de custos e gerenciamento assertivo das despesas.

2. Aplicação de agricultura de precisão

Você sabia que, atualmente, existem tecnologias capazes de analisar diversas condições para o cultivo de culturas em um local? Ou seja, através da coleta de dados georreferenciados, é possível determinar quais são as condições ideais para a plantação, desde a avaliação do solo, necessidade de aplicação de defensivos, irrigação, controle de pragas e outros fatores que podem prejudicar ou facilitar a produção. 

Nesse sentido, quanto mais dados detalhados forem possíveis de coletar, mais fácil será definir as soluções necessárias naquele momento. As ferramentas tecnológicas mais utilizadas na agricultura de precisão são drones, sensores, barras de luz e controle da aplicação de insumos.

2. Máquinas agrícolas adequadas para cada operação

Por fim, saber escolher as máquinas agrícolas adequadas às suas necessidades é um fator essencial para garantir a produtividade no campo. Assim, é necessário avaliar o seu tipo de solo, o tamanho da propriedade, a cultura produzida e o tipo de combustível. 

O maquinário adequado às características da sua produção podem determinar o tempo de vida útil dos equipamentos, o rendimento operacional e a otimização das etapas da operação.

Conheça as principais máquinas agrícolas utilizadas no campo:

  • Empilhadeiras
  • Semeadeiras
  • Plantadeiras
  • Colheitadeiras
  • Tratores
  • Pulverizadoras
  • Adubadoras
  • Segadeiras

Máquinas Agrícolas: Conheça a Empilhadeira Off Road da Movix

A linha de empilhadeiras Off Road da Movix, Maxxicargo e MX, garante força e robustez para operar em qualquer terreno, inclusive os mais complexos. 

As empilhadeiras da Movix são movidas a diesel, possuem pneus largos e uma distância adequada do chão, evitando impactar o chassi com possíveis desnivelamentos característicos do solo. 

São ideais para uso em locais abertos, sendo assim, podem se tornar essencial para deixar a produção agrícola mais eficiente e rápida. Além disso, possuem longa vida útil e são resistentes, mesmo quando expostas às ações climáticas.

Esse foi o nosso artigo sobre as máquinas agrícolas e tecnologias ideais para otimizar a produção no campo. Se você ficou interessado e deseja receber um orçamento das empilhadeiras Off Road, entre em contato conosco! 

O que é Blockchain e qual sua aplicabilidade no agronegócio?

Também conhecido como “o protocolo da confiança”, Blockchain é uma tecnologia de registro distribuído que visa a descentralização como medida de segurança. Parece complexo, não é? Acompanhe a leitura e entenda mais sobre o que é blockchain e como ela está aplicada no contexto do agronegócio.

Antes de falarmos diretamente sobre blockchains, precisamos entender o que significa o termo bitcoin. Basicamente, a palavra se refere à criptomoeda descentralizada, ou seja, um dinheiro eletrônico para transações (moeda virtual).

A criação dessas criptomoedas mudou e digitalizou a forma como conhecemos e usamos o dinheiro, além de oferecer uma tecnologia por trás das moedas digitais com um potencial disruptivo limitado apenas à imaginação da nossa mente.

Blockchain funciona, portanto, como um livro-moeda – agrupamento de registros contabilísticos (extrato) – que faz o registro de uma transação de moeda virtual (Bitcoin), de forma confiável e imutável.

A tecnologia formaliza informações como a quantia de bitcoins transacionadas, quem enviou, quem recebeu, dia da transação foi feita e local do registro. Pode-se perceber que a segurança é um ponto alto do blockchain.

Mas, além de ser muito usada nas transações financeiras digitais, a ferramenta já está sendo estudada para outras funções. Ela pode ser considerada, de forma geral, como uma forma de estabelecer o consenso e a confiança em transações e contratos de diversas naturezas, em diferentes cadeias de valor, indo muito além da dimensão financeira.

Blockchain no agronegócio

O que é blockchain

Sabemos que a tecnologia é, atualmente, uma grande aliada do agronegócio. As novas soluções estão modernizando o setor e trazendo oportunidades para os produtores.

A tecnologia blockchain, por exemplo, pode criar um ambiente confiável de comercialização de commodities.

A grande vantagem da ferramenta nesse meio está na confiabilidade dos dados disponíveis em redes compartilhadas. Um exemplo disso é a possibilidade de dividir informações com diferentes agentes em uma cadeia de produção desde o plantio até a venda nas lojas, permitindo um rastreamento total do produto de forma segura, imutável, criptografada e flexível.

Além disso, no setor de pagamentos, a tecnologia permite o produtor receber o pagamento imediatamente após carregar a mercadoria e comprovar sua qualidade e quantidade. Isso é vantagem, pois garante um maior giro de caixa, previsibilidade de investimentos e segurança.

Não se sabe se o mercado agro está cem por cento preparado para essa modernidade nos sistemas, mas em um futuro próximo, o blockchain pode ser um grande benefício, tanto para o produtor, quanto para os compradores.

Gostou deste artigo? Então continue de olho em nosso blog para mais conteúdos como este.

Novas tecnologias para otimizar o trabalho no campo

A tecnologia vem ajudando os agricultores a superar os desafios do campo, melhorar a qualidade dos produtos, aumentar a produtividade e reduzir os custos de produção. Ela está presente em todo o processo produtivo, desde o preparo da terra, a quantidade de sementes por unidade de área, a população de plantas, as máquinas e equipamentos utilizados.

As transformações no campo vêm acontecendo muito rapidamente, devido ao conhecimento gerado pelas instituições de pesquisa, aos investimentos feitos no desenvolvimento de novas máquinas, à mobilidade e conectividade das pessoas possibilitada pela internet, computadores e smartphones. Cerca de 67% das propriedades rurais do país usam algum tipo de tecnologia, seja na gestão dos negócios ou nas atividades de produção, segundo o IBGE.

Veja, a seguir, um panorama completo de como a tecnologia vem revolucionando a produção agrícola.

Mantenha-se atento às novidades

Para fazer um bom proveito dos recursos tecnológicos disponíveis atualmente, os produtores precisam se manter sempre informados sobre as novidades que surgem a cada dia. Já existem plantadeiras que são “auto propelidas”, ou seja, não precisam mais do trator para tracioná-las.

otimizar o trabalho no campo

Sistemas de irrigação automatizados que permitem aumentar a produção, reduzir os custos e diminuir os impactos ambientais. Em algumas culturas, a colheita pode ser feita de maneira totalmente automatizada, selecionando as frutas que estão maduras o suficiente através de sensores ou respeitando-se a umidade ideal do solo.

A tecnologia sempre foi uma aliada da agricultura. Algumas práticas, como o plantio em nível e o uso de terraços, são tecnologias antigas, mas igualmente eficientes. De custo relativamente baixo, elas proporcionam resultados muito importantes para a sustentabilidade da produção, pois ajudam a controlar a erosão dos solos agrícolas.

Conheça a revolução trazida pela agricultura de precisão

Na agricultura de precisão, o uso do GPS e de sensores inteligentes possibilita que máquinas guiadas por computadores e satélites colham amostragens do solo e monitorem a saúde das plantas, fornecendo análises rápidas e precisas. Com essas tecnologias, podemos utilizar a quantidade mínima requerida de fertilizantes e pesticidas em cada área da plantação e tratar cada talhão de modo único e diferenciado.

Drones são usados para contar plantas, medir a altura da plantação, monitorar a necessidade de água e insumos, detectar pragas e pulverizar apenas os pontos realmente necessários. Tratores autônomos já são capazes de realizar todo o processo de plantio, colheita e aplicação de pesticidas praticamente sem a necessidade de pilotos.

A movimentação do estoque físico também se tornou muito mais fácil com a utilização de aplicativos móveis e empilhadeiras equipadas com sensores, que permitem acompanhar todo o fluxo do armazém em tempo real, gerenciar a classificação e rastreabilidade, evitando desperdícios e otimizando custos.

Saiba como utilizar os dados a seu favor

Para que se possa extrair o máximo de benefício da tecnologia disponível, é importante que o produtor tenha acesso fácil aos dados detalhados obtidos por seu maquinário. Com a internet 4G, o acesso às informações se tornou muito mais simples e fácil. Hoje em dia, cerca de 42% dos agricultores brasileiros possuem acesso à internet e 61% têm smartphone, segundo a Secretaria Executiva da Comissão Brasileira de Agricultura de Precisão (CBAP).

Os celulares e computadores podem ser utilizados para diversas funções no campo, como o rastreamento de padrões climáticos, inventário de suprimentos, acompanhamento das máquinas, gerenciamento da propriedade e muito mais.

otimizar o trabalho no campo

Os dados fornecidos pelo Big Data – termo em inglês para designar uma grande quantidade de dados – possibilitam melhor fluxo de informações, tornando os agricultores mais ágeis e efetivos nas análises, tomadas de decisão e na implementação de estratégias.

Com a profusão de dados atuais, o agricultor já não pode mais contar apenas com a sua intuição ou anotar os dados em blocos de papel. Hoje em dia, softwares de gestão ajudam os agricultores a organizar as informações de sua fazenda e facilitam as tomadas de decisão durante a safra.

Como você pôde notar, as novas tecnologias têm revolucionado o setor agrícola e possibilitado resultados nunca antes imaginados. Mantenha-se atualizado com relação às novas tecnologias disponíveis e encontre soluções para tornar a sua propriedade ainda mais produtiva e rentável.

Você gostou desse artigo? Quer saber mais sobre como as novas tecnologias, máquinas e equipamentos podem contribuir para tornar a sua produção mais eficiente? Siga-nos nas redes sociais e acompanhe as novidades!