fbpx

Como ser mais sustentável e ter bons resultados na sua madeireira

A sustentabilidade não é mais um conceito ligado apenas aos compromissos socioambientais de uma madeireira.

Por mais que esse tipo de preocupação também seja extremamente importante, o papel econômico das práticas sustentáveis tem se tornado cada vez mais central, uma vez que se trata de uma exigência crescente no mercado, que afeta diretamente o comportamento dos fornecedores e consumidores.

A seguir, conheça algumas práticas básicas para prezar pela sustentabilidade e ainda agregar mais competitividade na sua madeireira! 

Preze pela sustentabilidade já na origem dos produtos da sua madeireira

O manejo florestal é o primeiro e mais importante cuidado a ser adotado por uma madeireira comprometida com a sustentabilidade dos seus processos.

Trata-se de uma forma responsável de explorar economicamente uma região florestal, que visa impactar minimamente os seus aspectos sociais e ambientais, por meio de medidas que respeitem e estimulem a regeneração da área.

Em relação ao tema, o próprio IBAMA exige uma série de medidas, que incluem a delimitação exata da área em que o manejo será feito, o planejamento das estradas em que serão realizadas as operações, eventuais manutenções estruturais e até o monitoramento do crescimento da floresta.

A melhor maneira para que uma madeireira respeite a essas exigências legais e ainda ateste com excelência o seu compromisso com a sustentabilidade, é por meio da certificação FSC, que é um órgão com referência internacional no estabelecimento e manutenção de critérios econômicos, ambientais e sociais na área.

Para ser portador do selo de manejo florestal fornecido pela Forest Stewardship Council, é preciso adotar uma série de medidas e critérios, que são constantemente avaliados para atestar que as madeiras foram extraídas sem afetar a ecologia da região nem comprometer a economia local.

Ofereça soluções sustentáveis ao setor e agregue mais competitividade

Por mais que a exploração da madeira ainda seja associada com a degradação da natureza, a crescente regulamentação ambiental tornou esse tipo de atividade extremamente responsável, exercendo uma verdadeira pressão e incentivo para que qualquer madeireira preze por uma atuação consciente no mercado.

Quando devidamente reflorestadas, as madeiras são ambientalmente mais corretas do que qualquer outra matéria-prima na construção civil.

Itens como cerâmica, concreto, metais, entre outros, causam impactos significativos durante o seu processo de produção, o que torna o incentivo da madeira uma atitude que agrega mais sustentabilidade nas obras e ainda garante maior competitividade para as madeireiras.

Entre as matérias-primas construtivas que podem ser elaboradas por meio do beneficiamento de madeiras certificadas, estão as esquadrias, laminados, pisos, painéis estruturados, pilares, tesouras, acabamentos, entre muitos outros.

Invista em uma linha personalizada de produtos em sua madeireira e agregue ainda mais vendas, graças à qualidade, o custo-benefício e o padrão sustentável desse tipo de produto.

Reaproveite os resíduos da sua produção

Por mais que já existam tecnologias capazes de aproveitar quase a totalidade das madeiras obtidas nas árvores extraídas nas áreas de reflorestamento, estima-se que cerca de dois terços do material ainda seja totalmente desperdiçado nas madeireiras do país.

Para evitar o desperdício desse potencial de matéria-prima, que ao longo do tempo pode representar um grande volume de lucros perdidos na forma de serragem, é necessário adotar medidas que aproveitem ao máximo o que é extraído e transformem aquilo que seria descartado.

A madeira ecológica, por exemplo, está em alta no segmento da construção civil e é considerada um excelente exemplo de sustentabilidade em sua ampla gama de usos, pois agrega um excelente padrão de resistência e versatilidade, com uma produção que se dá a partir de lascas de madeira e resíduos plásticos descartados pelas indústrias.

Diversas ações podem ser adotadas para reaproveitar os resíduos oriundos do processo de beneficiamento de madeira, seja na produção de compensados, aglomerados para industrias, painéis de madeira ou até novos produtos, seja para decks, fachadas, rodapés, revestimentos, entre outros.

Saiba ainda mais sobre sustentabilidade e outros assuntos indispensáveis para a sua madeireira

Você já adota algum tipo de cuidado sustentável na gestão do seu negócio? Tem alguma dúvida, complemento ou sugestão sobre o assunto que abordamos nesse artigo? Quer saber ainda mais sobre esse e outros temas imperdíveis?

Então deixe o seu comentário e continue acompanhando o blog da Movix para não perder nada sobre sustentabilidade e outros temas fundamentais para a gestão da sua madeireira.