fbpx

BLOGMOVIX

As últimas notícias para você

cilindro de gás da empilhadeira 

Procedimentos de segurança no manuseio do cilindro de gás da empilhadeira

O uso de uma empilhadeira a gás traz benefícios para as operações, como agilidade de movimentação dentro das indústrias e movimentação interna.

Porém, operar esse equipamento envolve riscos, principalmente quando não são observados os devidos procedimentos de segurança. Afinal, a empilhadeira a gás precisa do gás liquefeito para funcionar, aumentando os riscos de acidentes. Por ser um material muito volátil e com potencial explosivo, diversas medidas de segurança são necessárias, principalmente no manuseio do cilindro de gás.

Você já conhece os procedimentos de segurança necessários para utilizar a empilhadeira a gás? Sabe como fazer o manuseio do cilindro de gás da empilhadeira? Continue lendo esse artigo, que vamos mostrar como garantir a segurança das operações e reduzir o risco de acidentes. 

Conheça as vantagens das empilhadeiras a gás

Utilizar uma empilhadeira a gás em suas operações logísticas pode ser uma ótima escolha, já que ela tem um motor com potência muito maior em comparação aos motores elétricos. Por conta de sua força e estrutura, ela permite transportar cargas mais pesadas. 

Outra vantagem é o fato de trabalhar em terrenos pavimentados porém não tão regulares, diferente da maioria das empilhadeiras elétricas. Isso é possível por conta do tipo de pneus utilizados, que na maioria das vezes é pneumático ou super elástico. 

Veja os cuidados necessários com a empilhadeira a gás

Muita gente não sabe, mas o gás utilizado nessa empilhadeira é armazenado no cilindro em seu estado líquido. Por isso, ele deve ser instalado com atenção, seguindo as recomendações do fabricante. Do contrário, é possível que a máquina tenha o seu tempo de funcionamento reduzido, mesmo que o cilindro não esteja vazio.

Além disso, o posicionamento incorreto do cilindro pode provocar vazamentos, desperdício e acidentes. Por ser um material muito volátil e com potencial explosivo, diversas medidas de segurança são estritamente necessárias.

Saiba como fazer o manuseio do cilindro de gás da empilhadeira 

Um ponto muito importante diz respeito à manipulação do cilindro de gás acoplado às empilhadeiras. Diversos cuidados devem ser seguidos à risca durante a troca ou instalação desse dispositivo. Isso porque o GLP é um gás altamente volátil e potencialmente explosivo. Por isso, ele pode trazer sérios riscos durante qualquer reabastecimento.

O manuseio do cilindro de gás da empilhadeira deve ser feito única e exclusivamente por profissionais qualificados. Por ser uma tarefa perigosa, os padrões de segurança devem ser extremamente rigorosos e todas as recomendações precisam ser seguidas à risca. No caso de vazamento durante o processo de troca do cilindro, o local deve ser isolado imediatamente.

A acoplagem correta do cilindro de gás é fundamental para o funcionamento ininterrupto da empilhadeira. Caso ele seja mal colocado, a empilhadeira pode parar de funcionar muito antes de o cilindro ficar vazio. Isso ocorre porque o gás de Propano ou GLP no interior do cilindro se encontra em estado líquido, e não gasoso. 

Por isso, a válvula de gás da empilhadeira deve estar na posição correta para permitir um bom funcionamento do sistema. Afinal, se o cilindro ainda com gás for descartado, você sairá no prejuízo.

Siga as recomendações da NR-26 para fazer o abastecimento

O Pit-Stop deve seguir as recomendações estabelecidas pela NR-26, incluindo a sinalização de segurança, aterramento elétrico, extintores de incêndio, entre outros itens. Além disso, para fazer o abastecimento, o operador deve estar com os EPI’s apropriados (óculos, luvas e outros itens).

A seguir, veja como fazer o reabastecimento passo a passo:

  1. Ao se aproximar do Pit-Stop, puxar freio de estacionamento, desligar a máquina e tirar a chave do contato. 
  2. Em seguida, colocar o cabo de aterramento, fechar a válvula do cilindro, abrir o respiro e conectar o engate do cilindro.
  3. Somente após esse procedimento, você deve abrir o registro do cilindro do Pit-Stop e acionar o botão (On/Ligar) da bomba. Caso ocorram vazamentos, o ambiente deve ser evacuado imediatamente.
  4. Quando o botijão P20 estiver cheio, fechar o respiro, desligar a bomba, fechar o registro, abaixar o componente do engate e depois desacoplar o mesmo. 
  5. Em seguida, abra suavemente a válvula do botijão, retire o cabo terra, ponha a chave de partida e volte às suas operações.

Conheça as empilhadeiras a gás da Série MG

cilindro de gás da empilhadeira 

Versáteis, ágeis e de fácil operação, as empilhadeiras a gás da Série MG são ideais para movimentar todo tipo de carga com eficiência, agilidade e segurança operacional. 

Movidas a gás, elas suportam cargas de 2,5 até 7 toneladas e oferecem toda a agilidade e segurança operacional que a indústria precisa. Extremamente versáteis, elas podem ser combinadas com diversos acessórios e apresentam ampla variedade de aplicações.

Além disso, a sua mecânica é de fácil manutenção, sem componentes eletrônicos e conta com ampla disponibilidade de peças no mercado nacional.

Como vimos, as empilhadeiras a gás trazem muitos benefícios, mas também demandam muitos cuidados para garantir a segurança, principalmente no manuseio do cilindro de gás.

Você gostou desse artigo? Quer saber mais sobre as empilhadeiras movidas a gás Movix? Clique aqui e fale com um dos nossos consultores.

COMPARTILHE