BLOGMOVIX

As últimas notícias para você

perda de grãos - movix

Perda de grãos na colheita: como evitar?

Para ter bom desempenho na colheita, com baixo percentual de perda de grãos, é necessária a adoção de diversos cuidados e procedimentos.

As perdas na agricultura trazem prejuízos significativos. Anualmente, cerca de 10% da safra brasileira de grãos são perdidos entre o plantio e a colheita, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Por isso, criamos este artigo para dar algumas dicas de como você pode evitar a perda de grãos na colheita. Vem com a gente!

Saiba como fazer um plantio adequado

Em primeiro lugar, o terreno para a instalação da lavoura deve estar preparado corretamente para receber as sementes e os adubos. Após o preparo, o solo deve ficar sem valetas, buracos, raízes e plantas daninhas. A semeadura deve ser feita com uma boa uniformidade no espaçamento das plantas dentro da linha de plantio.

As sementes utilizadas devem ter um percentual de germinação elevado. Elas devem ser semeadas mecanicamente na profundidade de 3 a 5 cm. No entanto, as semeadoras adubadoras devem estar bem reguladas, de modo a causar baixo percentual de danos às sementes.

As plantas daninhas, doenças ou pragas devem ter um controle adequado. Lavouras mal conduzidas afetam o desenvolvimento da cultura, produzindo plantas atípicas e inapropriadas para as operações mecânicas de colheita. A ocorrência de mistura de variedades na lavoura, proveniente de cultivos remanescentes, também prejudica a qualidade dos grãos.

Além disso, fatores relacionados ao solo, à topografia do terreno, ao ambiente, às práticas culturais, às doenças, à disponibilidade de água para as plantas causam desuniformidade na maturação das plantas.

perda de grãos - movix

Faça a colheita no momento certo

A colheita feita fora de época aumenta a percentagem de perda de grãos e afeta a produtividade da lavoura. O atraso na colheita também deprecia as sementes, pois elas ficam expostas por mais tempo ao ataque de pragas.

Além disso, a permanência prolongada da lavoura no campo causa reduções na germinação e no vigor das sementes e elevação no percentual de sementes infectadas por patógenos e insetos.

Otimize o uso da colheitadeira

O operador deve conhecer bem o funcionamento de cada um dos sistemas componentes da colheitadeira: corte, alimentação, trilha, limpeza, ventilação, transporte interno, armazenamento e descarga. Desse modo, ele será capaz de tirar o máximo de proveito de cada um desses sistemas.

Mas mantenha a atenção também para a velocidade de deslocamento da colheitadeira, que está ligada diretamente com as perdas de grãos. As velocidades entre 4,5 e 6,5 Km/h permitem uma colheita com maior eficiência e menor perda de grãos e evitam sobrecarregar os trilhos do sistema de captação de grãos da colheitadeira.

Certifique-se de que você dispõe do número de colheitadeiras adequado para fazer a colheita no prazo certo. Sem dúvida, tentar aumentar a velocidade das máquinas para ganhar tempo pode danificar os grãos e causar perdas.

perda de grãos - movix

Veja como armazenar os grãos corretamente

O armazenamento deve ser realizado observando-se as práticas corretas de colheita, limpeza, secagem, combate a insetos e prevenção de fungos.

O silo é o método mais seguro de armazenamento, pois permite maior controle da qualidade, devido à facilidade de associação com sistemas de secagem com ar forçado.

Para que não ocorram perdas no armazenamento, devem ser observadas algumas boas práticas:

  • Limpar e secar o maquinário de colheita;
  • Monitorar a umidade dos grãos, visto que o ideal é 13%;
  • Ter cuidados com a higienização do armazém, assim como o controle de pragas;
  • Nunca armazenar dois tipos de grãos diferentes juntos;
  • Separar e eliminar os grãos contaminados;
  • Quando se adota a secagem em lotes, a secagem é lenta e a umidade do grão deve ser de no máximo 20%

perda de grãos - movix

Faça um levantamento da perda de grãos

Após a colheita, é importante sempre fazer um levantamento das perdas, a fim de ajustá-las ao nível de tolerância de 60 kg por hectare recomendado. A perda deve ser determinada com o objetivo principal de se tomarem providências para reduzi-la. Avalia-se a perda visualmente, contando, pesando ou medindo o volume dos grãos perdidos. O uso de um copo medidor possibilita um monitoramento mais rápido e eficiente do processo de colheita.

Como vimos, a adoção de cuidados e procedimentos adequados pode contribuir para evitar perda de grãos significativas.

Você gostou desse artigo? Quer saber mais sobre como evitar prejuízos e aumentar a produtividade? Então acesse o e-book Desafios da Gestão de custos e produtividade na agricultura e fique também de olho em nosso blog para mais matérias como esta!

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
MOV_19_021_Site---Mensagem-Informativo-Recesso-V2