fbpx

BLOGMOVIX

As últimas notícias para você

produção de algodão

A produção de algodão não para de crescer no Brasil

O uso de tecnologia avançada e as boas práticas de manejo têm sido fatores decisivos para o desenvolvimento da produção de algodão no Brasil. Devido à ótima produtividade, ao clima favorável e aos preços remuneradores, o mercado se mostra muito favorável para o cultivo do produto.

Para aumentar a produtividade e alcançar melhores resultados, os produtores brasileiros precisam investir em tecnologia, máquinas e equipamentos.

Acompanhe o crescimento da produção de algodão no Brasil

O Brasil é quinto maior produtor mundial de algodão. Em 2019, o País conquistou o segundo lugar no ranking de maiores exportadores mundiais do produto. Nesta safra, 6,7 milhões de toneladas de algodão em caroço e 2,7 milhões de toneladas de pluma foram produzidas em solo brasileiro, segundo dados da Conab.

Por estar situado em um clima tropical, o Brasil tem vantagens competitivas em relação às regiões produtoras de ambiente temperado. Uma delas é a possibilidade de explorar a terra ao longo de todo ano, enquanto nas regiões temperadas a agricultura é pouco significativa na estação fria. Outra vantagem é o ciclo reduzido das culturas, que ocorre de modo mais rápido devido às temperaturas elevadas.

Por outro lado, a intensidade e a severidade do ataque de pragas, doenças e plantas daninhas são muito maiores no ambiente tropical do que nos países de clima temperado. Para resolver esses problemas, a Embrapa vem desenvolvendo variedades de algodão resistentes a pragas e testando combinações de culturas que possibilitem o seu manejo com a adoção de espécies que ofereçam maior resistência e produtividade.

Saiba como aumentar a produtividade

O algodão é uma das culturas que faz melhor uso da tecnologia disponível atualmente. Isso contribui significativamente para a melhoria dos processos de produção e o aumento da produtividade. Como se trata de uma cultura complexa, que exige manejo cuidadoso, apenas com um bom investimento em tecnologia e boas práticas agrícolas o produtor consegue alcançar bons resultados.

A produtividade do algodão gira entre 300 e 350 arrobas por hectare. Mas com ajustes no manejo, no cuidado com o solo, na escolha das sementes e dos insumos e na qualidade do plantio, é possível produzir 400 arrobas por hectare.

produção de algodão

Outro cuidado importante é um bom manejo de pragas. A cultura do algodão é atacada por inúmeros insetos, como o bicudo-do-algodoeiro, a mosca-branca, lagartas, percevejos, pulgão, entre outros. Portanto, recomenda-se utilizar a técnica de rotação de culturas para diminuir os ataques.

Outra técnica de manejo importante para combater essas pragas é a destruição das soqueiras imediatamente após a colheita do algodão e o bom controle das plantas na cultura posterior para evitar que as pragas se mantenham vivas na entressafra.

Conheça as tecnologias usadas na produção de algodão

A evolução de máquinas e equipamentos tem trazido um grande impulso para o processo produtivo do algodão. Máquinas como por exemplo colheitadeiras, empilhadeiras, tratores e caminhões convivem com máquinas como drones para controle por imagem e aplicação localizada de produtos.

As colheitadeiras de última geração são capazes de colher 40 hectares por dia. Máquinas do tipo “picker” de rolinho substituem cada vez mais as máquinas com cestos. O algodão em caroço é colhido, prensado e embalado em fardões que pesam cerca de 8 mil kg.

As inovações trazidas pela agricultura de precisão auxiliam na coleta de informações, no manejo das culturas e na interpretação dos resultados. O algodão brasileiro agora é produzido em larga escala, com sistema de identificação e rastreamento, análise e classificação de fibra com base em padrões internacionais.

Além disso, por meio da biotecnologia, desde 2005 o algodão brasileiro teve a sua composição genética modificada, passando a ser resistentes ao ataque de diferentes espécies de insetos e pragas.

produção de algodão

Conheça as empilhadeiras Movix

Em sintonia com essas inovações, as empilhadeiras todo terreno da série MX apresentam um ótimo desempenho no cultivo de algodão. Elas são capazes de encarar todo tipo de terreno com agilidade e eficiência. Muito compactas, essas máquinas têm raio de giro reduzido e são capazes de oferecer agilidade e eficiência na movimentação em pequenos espaços.

De fácil operação, as empilhadeiras da série MX são capazes de suportar cargas de até 3.500kg e de superar as condições mais severas. Por apresentar maior altura livre do solo, essas máquinas encaram os terrenos mais irregulares com facilidade, os seus pneus maiores e mais largos oferecem maior estabilidade e a sua suspensão reforçada garante um rodar seguro em terrenos desnivelados.

Além disso, elas trazem assento ergonômico, volante ajustável, iluminação dianteira e traseira e sinalização para maior conforto e segurança.

Como vimos, a produção de algodão brasileiro é muito promissora, e os cuidados com o manejo e o investimento em tecnologia podem contribuir para aumentar a produtividade no setor.

Você gostou desse artigo? Entendeu como as novas tecnologias auxiliam para aumentar a produtividade do algodão? Que saber mais sobre as empilhadeiras da Série MX? Então clique aqui e acesse.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp